Segunda-feira, 21 de agosto

NEWSLETTER – 21/08/2023

Mulher e negro na política reduzem corrupção e aumentam projetos de inclusão, diz estudo

Lideranças públicas femininas têm até 35% menos chances de se envolver em casos de corrupção do que as masculinas, enquanto líderes negros propõem três vezes mais leis e políticas públicas dedicadas à inclusão do que os não negros.


Leia a matéria na íntegra


Número de negros na universidade ainda é limitado, diz José Vicente

José Vicente, reitor da universidade Zumbi dos Palmares é o convidado da edição do Papo que Rende desta semana. Um dos homens mais influentes do Brasil acredita que o país está muito aquém daquilo do que deveria ser a regularidade e normalidade, dentro da agenda afirmativa.


Leia a matéria na íntegra


Gestoras de fundos ESG afirmam que há oportunidades ‘imperdíveis’ no Brasil
No fim da tarde desta quarta-feira (16), dezenas de pessoas assistiam atentas a uma palestra na Ambima sobre ESG, a sigla em inglês para se referir a questões ligadas a meio ambiente, impacto social e boas práticas de governança corporativa.

Leia a matéria na íntegra


Os caminhos para moldar a agenda de sustentabilidade da sua empresa

É sempre inspirador ouvir ideias sobre como os líderes de uma organização podem quebrar velhos paradigmas para promover a colaboração em vez da competição, a noção de reconciliar sustentabilidade e lucratividade como uma só, e como devem abraçar a humildade, a autoconsciência e a curiosidade intelectual como alavancas para um progresso significativo.


Leia a matéria na íntegra



Pacto Global da ONU divulga relatório sobre compromissos das empresas no Brasil
O Pacto Global da ONU no Brasil lança nesta segunda-feira, 21, o relatório Um ano de ambição 2030, no qual avalia o quanto as empresas associadas avançaram nos compromissos assumidos entre abril de 2022 e abril de 2023. O Pacto Global é uma organização que visa aproximar o setor privado dos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS), 17 metas estabelecidas pela ONU em 2015 para serem atingidas em 2030.

Leia a matéria na íntegra


A cor é política
Só assim entende-se a mudança captada pelo IBGE na declaração de cor/raça entre 2012 e 2022. No curto intervalo, os pretos saltaram de 7,4% para 10,6% dos brasileiros, enquanto a parcela de brancos caiu de 46,3% para 42,8%. As alterações, que parecem refletir o efeito das leis de preferências raciais, não tiveram impacto sobre os autodeclarados pardos: 45,6% em 2012; 45,3% em 2022. É uma prova, entre tantas outras, do fracasso do identitarismo racial.

Leia a matéria na íntegra

Deixe um comentário

Conteúdos relacionados