EnglishPortugueseSpanish

Índice lista organizações com mais inclusão racial

Fonte: Valor Econômico

Em sua segunda edição este ano, o índice que revela as empresas líderes em inclusão racial muda de nome, deixa de ser Índice de Inclusão Racial Empresarial para se tornar um Índice de Equidade Racial Empresarial. Valdir Martins, coordenador do DataZumbi, instituto de pesquisa que avalia as organizações participantes do ranking, comenta sobre a mudança. “Quando se fala em igualdade, vem do conceito de padronização, e as pessoas não são iguais em gênero, raça, orientação sexual, necessidades especiais. Somos diferentes, e precisamos que as empresas e a sociedade deem oportunidades iguais, então é equidade.”

Criado pela Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial, vinculada à Universidade Zumbi dos Palmares, instituição voltada para a inclusão, a qualificação e o protagonismo do negro brasileiro, o índice avaliou, em 2020, 23 empresas, todas signatárias da Iniciativa Empresarial. Este ano, a expectativa de Raphael Vicente, coordenador da Iniciativa, é que sejam avaliadas cerca de 40 empresas.

Os critérios de avaliação seguem os mesmos, focados em seis pilares: recenseamento sobre diversidade na organização, conscientização, recrutamento, capacitação, ascensão de pessoas negras dentro da empresa, e publicidade e engajamento. Nesse último aspecto é avaliada a conduta da empresa em relação à publicização do tema para o mercado e o envolvimento com sua cadeia de valor. “O índice busca entender o momento de cada empresa”, afirma Vicente. “Algumas têm histórico maior de diversidade, o objetivo é valorizar o esforço para implementar políticas internas.”

Entre os pilares, o mais desafiador, na visão de Vicente, é o da ascensão. “Definir estratégias de ascensão [para os funcionários negros] é tão importante quanto contratar estagiários”, afirma. As companhias que vão participar do Índice de Equidade Racial Empresarial podem preencher o questionário até agosto. Todas receberão um relatório comparando sua pontuação com a média das demais participantes. No ano passado, na média, a nota foi 5,54, em uma escala de zero a dez.

Inscreva-se!

Cadastre-se para receber novidades sobre ESG e outras notícias do mercado.

Ao preencher os dados do formulário você concorda com a nossa política de privacidade.

Gostou do artigo? Quero muito saber a sua opinião. Escreva um comentário!