Quarta-feira, 09 de novembro

DIVERSIDADE

Lei de Cotas facilitou contratação de negros, diz executiva da Ambev
09/11/2022 – Folha de S. Paulo

Contratar pessoas negras não tem sido um desafio para a Ambev. Segundo a executiva Carla Crippa, vice-presidente de relações com a sociedade, a Lei de Cotas facilitou esse processo. “Quando fomos atrás dos candidatos, eles estavam lá”, afirmou durante o Fórum Brasil Diverso, evento realizado nesta terça-feira (8) em São Paulo e que debateu questões ligadas a diversidade e inclusão nas organizações.


VEJA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA



DIVERSIDADE

Aprovado projeto que inclui os Territórios Negros no patrimônio cultural de Porto Alegre (RS)

Brasil de Fato – 09/11/2022

A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, nesta segunda-feira (7), projeto de lei que integra os Territórios Negros ao patrimônio cultural do município de Porto Alegre. As autoras da proposta são as vereadoras Bruna Rodrigues (PCdoB), Daiana Santos (PCdoB) e Karen Santos (PSOL). A partir da lei, fica caracterizado como Território Negro toda área, logradouro e espaço físico e simbólico com função de moradia, trabalho, estudo, lazer, circulação, refúgio, resistência e práticas culturais, como batuque, carnaval, jogos, religiosidade e outros fazeres associadas ao povo negro.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA



DIVERSIDADE

De excluídos à maioria: a história dos jogadores negros brasileiros na Copa

Terra – 09/11/2022

A Copa do Mundo de 2022, disputada no Catar, será a 22ª edição com a participação da Seleção Brasileira, única a participar de todas as Copas. A edição atual do torneio será a oitava seguida com maioria negra entre os convocados, a última sem maioria negra foi a Copa de 1990, disputada na Itália.

Na história pentacampeã da Canarinho, como é conhecida, os jogadores negros sempre estiveram em destaque, mas a trajetória nunca foi fácil. Até nomes como Pelé conseguirem destaque internacional, os jogadores negros tiveram que lidar até com uma lei que proibia suas atuações.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

 

SUSTENTABILIDADE

CNI: 60% das empresas no Brasil têm áreas dedicadas à sustentabilidade

Metrópoles – 09/11/2022

Seis a cada 10 empresas possuem uma área dedicada à sustentabilidade, aponta uma pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta quarta-feira (8/11). Isso representa um salto em relação ao ano passado, quando 34% dos entrevistados afirmaram ter no seu organograma setor para lidar com o assunto.


VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

 

SUSTENTABILIDADE

Sustentabilidade: o que é agricultura de baixo carbono?

Canal Agro – 09/11/2022

Segundo dados do Sistema de Estimativa de Emissões de Gases de Efeito Estufa (SEEG), a agropecuária brasileira é a atividade responsável por 30% das emissões de gases de efeito estufa no País. Pela potência do Brasil como produtor e exportador de alimentos e pelas dimensões continentais, estima-se que a atividade seja responsável por 7% das emissões mundiais.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA



ESG

Avanços ambientais, lentidão na diversidade: pesquisa mostra como está o ESG entre empresas da B3

Terra – 09/11/2022

A consultoria PwC e o Instituto de Auditoria Independente do Brasil (Ibracon) realizaram a segunda edição da pesquisa ‘ESG no Ibovespa’, que visa avaliar como as empresas brasileiras listadas na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, lidam com a pauta, que advoga pelo avanço nas preocupações ambientais, sociais e de governança (‘environmental, social and governance’, em inglês) às empresas. Após a primeira, feita em 2021, foram avaliados os relatórios não-financeiros de 88 empresas que compõem o Ibovespa, principal índice da B3.


VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

Deixe um comentário

Conteúdos relacionados