Quarta-feira, 13 de abril

MERCADO DE TRABALHO
Women to Watch Summit: carreiras, barreiras e negócios
Meio & Mensagem – 12/04/2022

Hoje, em São Paulo, acontecerá a primeira edição do Women To Watch Summit, que abordará o tema “Faces de um presente movediço”. O Meio & Mensagem, entrevistou uma das palestrantes do evento, Lisiane Lemos, cocriadora do Conselheiras 101 (projeto que tem como objetivo incluir mulheres negras em conselhos de administração), para falar sobre as barreiras e preconceitos que as mulheres negras encontram no ambiente executivo.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

MERCADO DE TRABALHO 2
Cida Bento lança livro sobre dificuldades de inserção de negros no mercado de trabalho
G1 – 12/04/2022

A psicóloga e ativista social, Cida Bento, que é considerada uma das 50 pessoas mais influentes do mundo no campo da diversidade, lançou o livro “O pacto da branquitude”, no qual fala sobre o porquê de negros normalmente serem preteridos em processos seletivos. O G1 entrevistou a autora sobre o tema do livro.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

SOCIEDADE
Sérgio Camargo sugere que negros de esquerda sejam mandados à África
Cultura – 12/04/2022

Sérgio Camargo, o ex-chefe da Fundação Palmares, atacou o filme “Medida Provisória”, dirigido por Lázaro Ramos, dizendo que o longa seria criminoso e pedindo que ele seja boicotado. Sergio também disse que Lázaro estaria acusando Bolsonaro de deportar os cidadãos negros. Mais tarde, nas redes sociais, o ex-chefe da Fundação Palmares fez uma publicação sugerindo que negros de esquerda do Brasil vão para países africanos.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

SOCIEDADE 2
Por que é tão estranho ver uma mulher negra, como eu, em ano sabático?
UOL Universa – 12/04/2022

Em coluna publicada no UOL Universa, a jornalista Elis Clementino, idealizadora e host do podcast Pretas em NY e cofundadora do Kilomba Collective (primeiro coletivo de mulheres negras brasileiras nos Estados Unidos), levantou a questão: Por que é tão estranho ver uma mulher negra em ano sabático?

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

DIVERSIDADE E INCLUSÃO
Diversidade e inclusão: apenas 37% das empresas têm orçamento para esses temas
Valor Econômico – 12/04/2022

O estudo “DE&I pós 2020: progresso real ou ilusão?”, realizado pela Korn Ferry, mostrou que somente 37% das empresas no Brasil têm um orçamento de Diversidade e Inclusão separado. Porém, quando fazemos um recorte considerando apenas as empresas com mais de 15 mil empregados, 64% têm um orçamento específico para o tema.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

Deixe um comentário

Conteúdos relacionados