Quinta-feira, 26 de maio

DIVERSIDADE E INCLUSÃO
Quanto maior o investimento em diversidade, maior a capacidade de aprendizagem e inovação nas empresas
Elas Que Lucrem – 26/05/2022

Segundo pesquisa realizado pela Fundação Dom Cabral (FDC), quanto mais se investe em diversidade, maior a capacidade de aprendizagem e inovação. “É importantíssimo para as empresas entenderem que, se investirem em políticas sistematizadas de diversidade e inclusão de grupos minoritários – e aqui é importante a gente lembrar que o recorte feito é amplo e envolveu mulheres, LGBTQIAP+, pessoas com deficiência, pretos e pardos – temos maior capacidade de inovar”, falou Cintia Araújo, professora convidada da FDC, que conduziu o trabalho.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

MERCADO DE TRABALHO
Fragile Job Gains for Black Workers at Stake in Inflation Fight
Bloomberg – 25/05/2022

As perspectivas de emprego melhoraram desde 2020 para os negros americanos, porém a inflação está ameaçando prejudicar o progresso no mercado de trabalho à medida que os formuladores de política monetária respondem a uma indignação contra o aumento de preços.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

SOCIEDADE
Familiares negros e pobres de pessoas desaparecidas são os que mais sofrem com falhas no atendimento e na investigação no Rio, aponta estudo
O Globo – 26/05/2022

O estudo “Teia de ausências: o percurso institucional dos familiares de pessoas desaparecidas no Estado do Rio de Janeiro”, realizado pelo Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (Cesec) e divulgado hoje, aponta que familiares negros e pobres de pessoas desaparecidas são os que mais sofrem com falhas no atendimento e na investigação no Rio de Janeiro. Segundo o levantamento, muitas vezes os problemas já começam na hora de fazer o registro na delegacia.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

EDUCAÇÃO
Estudantes negros recebem notas menores do que brancos, aponta estudo
Terra – 25/05/2022

De acordo com a pesquisa Racial Discrimination in Grading: Evidence from Brazil (Discriminação Racial em Notas: Evidências do Brasil), realizada na FEA-USP, os alunos pretos e pardos estão em desvantagem emcom suas notas, que, quando arredondadas pelos professores, são inferiores às de estudantes brancos. Segundo a análise, os critérios de avaliação utilizados por professores durante a correção de exames e provas escolares são tendenciosos.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

MERCADO DE TRABALHO 2
“Conto nos dedos as executivas negras de cinema no Brasil”, diz produtora brasileira em Cannes
UOL – 25/05/2022

O Brasil marcou presença no Festival de Cannes com um stand e neste ano, pela primeira vez, uma comitiva de sete mulheres negras brasileiras participou do evento. A comitiva é liderada por Fernanda Lomba, cofundadora do Instituto Nicho 54, e por Joelma Gonzaga, produtora e coordenadora da Nicho Executiva, braço de formação do instituto criado para incrementar a inserção profissional de mulheres negras no mercado cinematográfico e audiovisual.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

Deixe um comentário

Conteúdos relacionados