Sexta-feira, 03 de junho

MERCADO DE TRABALHO
1 em cada 4 empresas não tem mulheres negras entre seus funcionários
Valor Investe – 03/06/2022

Segundo o levantamento “Protagonismo das mulheres nas empresas”, realizado pela consultoria em marketing digital Triwi, entre 21.435 empresas em todo o Brasil, 25,1% delas não possuem nenhuma mulher negra em seu quadro de funcionários.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

MERCADO DE TRABALHO 2
Gerdau abre programa de estágio com foco em diversidade e inclusão
Exame – 02/06/2022

As inscrições para o G.Start, programa de estágio da Gerdau, estão abertas até o dia 29 de junho. Segundo Flávia Nardon, gerente global de Cultura e Gestão de Talentos da marca: “A construção de um ambiente de trabalho diverso e inclusivo é um de nossos princípios, e contribui com o desenvolvimento humano e com a cultura de inovação. Os programas de entrada da empresa apresentam um olhar atento à diversidade e inclusão, de modo a refletir a diversidade da nossa sociedade e apresentar oportunidades para todas as pessoas”.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

MERCADO DE TRABALHO 3
Mais de 20 presidentes de empresas se reúnem para tratar de equidade racial
Folha de S. Paulo – 02/06/2022

O Mover, movimento de empresas pela equidade racial, realizou sua primeira reunião presencial desde a sua fundação. No evento estiveram presentes 21 presidentes das 47 empresas que fazem parte do grupo atualmente, entre elas Mondelez, Nestlé, Ambev e Coca Cola.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

MERCADO DE TRABALHO 4
63% das mulheres negras já sofreram preconceito em seleções de emprego, mostra pesquisa
G1 – 03/06/2022

Em pesquisa realizada pelo movimento Potências Negras, 63% das mulheres negras participante afirmaram que já foram discriminadas em processos seletivos para vagas de emprego, sendo que 62% delas afirmaram ter sentido discriminação mais de uma vez.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

ESG
Cubo, hub de startups do Itaú, lança segmento ESG
Valor Econômico – 03/06/2022

O Cubo, hub de startups do Itaú, está lançando uma nova área voltada para companhias que desenvolvem soluções na área de ESG. A ideia é usar a força da marca Cubo para alavancar empresas já existentes e fomentar novas gerações de empreendedores nesse setor, para que criem soluções disruptivas e escaláveis.

VEJA MATÉRIA NA INTEGRA

Deixe um comentário

Conteúdos relacionados