Quinta-feira, 15 de junho

NEWSLETTER – 15/06/2023

‘Se há racismo, o jogo tem de parar’, reforçou o presidente da Fifa ao visitar a seleção e Vini Jr.
A seleção brasileira recebeu nesta quinta-feira a visita do presidente da Fifa, Gianni Infantino, em Barcelona, onde o grupo nacional está concentrado para os amistosos de sábado e terça-feira. O dirigente conversou com o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, e com o atacante Vinícius Júnior, vítima de diversos ataques racistas nos últimos meses no futebol espanhol. O atacante deve ser uma espécie de ‘embaixador’ da Fifa na luta contra o racismo.

Leia a matéria na íntegra

Biden chama racismo de “ainda muito poderoso” durante evento na Casa Branca
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou na terça-feira o racismo em seu país e disse que o feriado Juneteenth foi designado para ajudar a enfatizar os valores norte-americanos que, segundo ele, estão ameaçados.
Falando na primeira grande celebração do 19 de junho na Casa Branca, que contou com apresentações das cantoras Jennifer Hudson, Audra McDonald e Ledisi, Biden pediu aos norte-americanos que escolham o amor em vez do ódio e lembrem a história, não a apaguem.

Leia a matéria na íntegra

Como o racismo se reflete na violência policial no Brasil
Caso de homem negro amarrado e arrastado por policiais militares em São Paulo evidencia não só o racismo estrutural nas instituições, como a falta de vontade política para enfrentar o problema, afirmam especialistas. No último dia 5 de junho, um vídeo gravado por uma testemunha revelou cenas chocantes em que um homem negro, amarrado com uma corda pelos pés e pelas mãos, é arrastado por policiais militares após ser acusado de roubar duas caixas de bombons em um supermercado de São Paulo. As imagens foram divulgadas pelo padre Julio Lancelotti e trouxeram novamente à tona o debate sobre a violência nas abordagens policiais que atinge a população negra e periférica em todo o Brasil.

Leia a matéria na íntegra

Racismo algorítmico nas relações de consumo
Durante muito tempo, a grande dificuldade para se fazer essas predições em diversos setores, como o leitor pode intuir, consistiu em se conseguir as referidas informações históricas para alimentar os algoritmos. Uma forma de os programadores driblarem essa dificuldade era por meio do uso de proxies, ou seja, mecanismos que faziam (e ainda fazem em diversos setores) indicações de proximidade, como ocorre, por exemplo, quando se traçam correlações estatísticas entre o CEP residencial de alguém ou padrões de linguagem potencial de pagar um empréstimo ou conseguir dar conta de um emprego.

Leia a matéria na íntegra

Por que a Espanha não consegue punir os autores dos atos racistas contra Vinicius Junior
Os autores dos atos racistas contra Vinicius Junior dificilmente serão punidos. Ao menos, de forma rigorosa. Das dez partidas da última temporada em que o atleta foi vítima de injúria racial, em sete não houve sequer denúncia ou indiciamento por parte das autoridades espanholas. Já nos casos em que os criminosos foram identificados, as perspectivas de uma punição efetiva na esfera criminal espanhola são pequenas. Segundo ativistas, dirigentes, jornalistas e até integrantes do governo, a atual legislação da Espanha favorece à impunidade nos casos de racismo.

Leia a matéria na íntegra

_______________
INICIATIVA EM MOVIMENTO
Aconteceu hoje, 15, a reunião online do Comitê dos Diretores de Recursos Humanos (CDRH) sob a palavra de Raphael Vicente, Diretor geral da Iniciativa Empresarial, tirando dúvidas e aprofundando a relação e a sensibilidade das empresas participantes com a temática racial dentro do nosso recorte social.

O encontro contou com a presença de representantes da Cargill, GPA, Saint-Gobain, Bradesco, Citrosuco, BV, Logicalis, Corteva, John Deere e Assaí.

Deixe um comentário

Conteúdos relacionados